Lista do dia: As 9 melhores mortes dos quadrinhos

Quem é fã de quadrinhos como eu, sabe que a morte dos personagens é um acontecimento relativo, muitas vezes gratuito e muitas vezes reversível. Existem aquelas mortes no entanto que foram tão significativas e bem escritas que no meu ponto de vista se tornaram definitvas, pelo menos parcialmente, e são estas que eu procurei incluir nesta lista:

Aviso, pode conter spoilers para quem não leu as histórias.

cm 09. Capitão Marvel (The Death of Captain Marvel)

Normalmente os fãs de quadrinhos esperam que os personagens morram de forma heróica, numa explosão, numa batalha, salvando vidas. Mar Vell morreu de câncer. E mesmo com as ciências das histórias em quadrinhos, as curas milagrosas, não foi possível salvá-lo. A morte dele representa um marco, já que normalmente é comum os personagens contraírem uma doença e nas edições seguintes encontrarem uma cura miraculosa. A cura não veio, como na vida real muitas vezes acontece, e trouxe um pouco da realidade para tramas surreais.

br08. Betty Ross Banner (Hulk)

O assassinato da Betty Ross não poderia ser mais cruel. Não bastasse Bruce Banner ter que conviver com o Monstro dentro dele que é parte da sua própria personalidade, sua esposa foi assassinada de forma que ele pensasse que a culpa foi dele, envenenada por radiação. E mesmo ele sendo um gênio, ele não consegue salvá-la. É quando o mundo dele desaba, mais uma vez.

tq07. Questão (52)

Assim como o Capitão Marvel, o Questão sofre de câncer. Diferente do Capitão, foi seu próprio vício quem causou sua doença, e no transtorno obsessivo do personagem ele sabia exatamente os componentes químicos do cigarro que causariam sua morte em breve. A morte lenta do Questão foi retratada em mistério. Ele contrata uma detetive, ex-policial sem rumo na vida, na verdade ele a contrata para ser sua sucessora. Ela só percebe isso quando descobre que ele está doente, e nessa hora começa a se questionar…

js06. Jenny Sparks (The Authority)

O espírito do século XX, sua personalidade retratava bem isso. Foi ela quem juntou a Authority e era seu principal pilar. Jenny morreu na virada do século, dando lugar à sua sucessora, mas apesar dela saber que sua hora estava chegando, ela continuou seu trabalho até o último momento. De longe um dos melhores personagens das últimas décadas e um dos mais originais, a morte dela fazia parte da razão de ser da personagem, e é um dos fatores que incrementa sua caracterização.

ml05. Maxwell Lord (OMAC Project)

A morte de Maxwell Lord foi quase um suicídio. Ele jogou com a própria vida, sabendo o alto risco que teria, e criou planos pra que se ele realmente morresse as coisas piorassem, muito. O assassinato de Maxwell Lord gerou um estopim para uma crise de confiança entre vários personagens, e a imagem da Mulher Maravilha ficou manchada. O planejamento da própria morte, e os planos para depois da sua morte fazem desta uma das melhores escritas e planejadas.

bb04. Besouro Azul (Countdown to Infinite Crisis)

Pobre Ted Kord. A morte do Besouro Azul foi o ponto mais alto da carreira do personagem. Enquanto todos o enxergavam como “o cara com boas intenções mas sem muito a acrescentar”, ele descobria uma conspiração prestes a mudar o mundo. E quando oferecem uma alternativa, se aliar aos bandidos e mostrar pros outros seu valor, óbvio que ele faz a escolha certa, mesmo sabendo que isso seria a assinatura da sua execução.

mo03. Morpheus (Sandman)

Como um perpétuo pode morrer? Neil Gaiman, o autor de Sandman criou uma mitologia própria, e a introduziu de forma magistral com Morpheus (Sonho) como protagonista. De certa forma Sandman acompanha a vida e o significado de Morpheus e dos sonhos na vida das pessoas que ele tocou e para finalizar era fundamental a morte do personagem. Por mais que o Sonho continue vivo, na pele de Daniel, Morpheus deixa as páginas e fecha o livro. Existe tanta filosofia por trás dessa morte, que poderia discorrer horas, dias e ainda ter novas vertentes a serem exploradas (os Sonhos não morrem completamente, apenas mudam de forma, mas mesmo assim não são mais o que eram?), o fato é que funcionou perfeitamente como final para uma série fantástica como só Gaiman poderia ter escrito.

vv02. V (V de Vingança)

Assim como o Questão, V sobreviveu a sua morte com Evie tomando a máscara no final da história. Mas sua morte tem um significado muito maior, quando V morre é o momento em que Evie percebe que a identidade por trás da máscara não importa, V representa todos aqueles que tiveram suas liberdades perdidas pelo governo, é mais do que uma pessoa, é uma idéia, um ideal, e idéias não morrem tão facilmente.

bp01. Ben Parker (Homem-Aranha)

A morte do Ben Parker foi responsável pela criação do Homem-Aranha. Quando Peter Parker descobre que seu tio foi assassinado por um bandido que ele deixou escapar ele descobre a responsabilidade que possui, e este foi o catalisador para o personagem começar a sua história. Diferente dos pais do Batman, que criaram um desejo de sede de vingança, a morte do Tio Ben criou um sentimento de culpa, uma angústia para o personagem principal que acabou se tornando uma das características mais fortes de sua personalidade.

Anúncios

1 comentário

  1. a morte que eu mais senti foi a do besouro azul assasinado pelo xeque-mate! eu adorava o besouro desde criança na fase super-engraçada da lja! a Jenny sparks também foi uma heroina importante que morreu lutando e com muita garra! a lider do Authority vai fazer muita falta!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s