Lista do dia: 15 filmes extraordinários que poucos conhecem

Assistir filmes é um dos meus passatempos favoritos. Quando morava do outro lado do mundo até fui sócio de um cinema, antes disso membros da minha família tinham uma locadora de vídeos, logo cópias das maiorias dos lançamentos eram passadas entre os outros familiares, e com o advento da TV a cabo na década de 90 era de se esperar que milhares de filmes entrassem em nossa programação aqui em casa.

Muitas vezes conversando com amigos eu percebo que vários dos meus filmes favoritos são muito pouco disseminados. E são obras fantásticas. Essa lista é de quinze filmes que apesar de não serem tão conhecidos, fazem parte da minha lista de filmes inesquecíveis:

virg15. As Virgens Suicidas (The Suicide Virgins)

Provavelmente o título mais reconhecível dessa lista. Baseado num livro do mesmo nome, conta a história de adolescentes que eram apaixonados por suas vizinhas que tinham uma educação muito rígida. O mistério e fascínio sobre as meninas aumenta quando a irmã mais nova tenta se suicidar. Sob a direção de Sofia Coppola, com a atuação excelente de Kirsten Dunst.

bank14. Efeito Dominó (The Bank Job)

Baseado numa história real, o filme relata um dos maiores roubos da Inglaterra que foi incoberto pelo MI-5, uma vez que os bandidos encontraram fotos bastante reveladoras nos cofres do banco envolvendo funcionários de alto escalão do governo britânico. A história se passa na década de 70 e o cenário do filme incorpora alguns coadjuvantes famosos. Com Jason Statham.

jen813. Jennifer Oito (Jennifer Eight)

Andy Garcia é John Berlin, um detetive que persegue um serial killer que ataca mulheres cegas em Nova York. Durante as investigações ele conhece Helena (Uma Thurman), a colega de quarto cega de uma das vítimas. Os dois começam a se relacionar, mas John acredita que Helena está na mira do assassino. Um ótimo suspense,  com uma memorável cena de perseguição escada abaixo de um prédio, e é o primeiro filme que eu vi com a Uma Thurman.

shoot12. Mandando Bala (Shoot ‘em up)

Clive Owen, Paul Giamatti e Monica Belucci estrelam essa sátira aos filmes de ação estilo “atire primeiro e pergunte depois”. Eletrizantemente cômico desde a primeira cena. Personagens bem cliché, mas escritos de forma escrachadas, e ainda conseguem encaixar uma citação do Pernalonga (“What’s up doc?“) num momento bastante apropriado. Risadas garantidas.

visto11. Um visto para o céu (Defending your life)

Um filme da “Sessão da Tarde” que pouca gente prestava atenção, mas sempre foi um dos meus favoritos. Após sua morte,  o personagem de Albert Brooks se vê numa cidade entre a terra e o céu esperando seu julgamento final, se merece ir ao paraíso ou para o inferno. Enquanto seu julgamento está em processo ele conhece e se apaixona pela personagem de Meryl Streep. Uma comédia interessante, com uma temática original. Nunca vi uma sessão de regressão tratada de uma forma tão interessante.

lars10. A garota ideal (Lars and the real girl)

Tem títulos traduzidos que estragam parte da imagem do filme. Quem lê “A Garota Ideal” logo imagina uma comédia romântica. Mas é um filme bem diferente. Lars é habitante de uma pequena cidade dos estados unidos, possui alguns problemas psicológicos, e para enfrentar a sua solidão ele pede uma namorada pelo correio. Mas, a “namorada” (Bianca) nada mas é do que uma boneca erótica em tamanho real. O problema consiste em Lars fantasiar que a boneca é uma pessoa de verdade, passear com ela pela cidade, levar para jantar com seu irmão e cunhada, sempre imaginando ela como uma pessoa real. E não só a família de Lars, como a cidade inteira passam a tratar a boneca como uma pessoa. Aos poucos Lars vai melhorando e passa a perceber que não está tão sozinho.

def09. Três vezes amor (Definitely Maybe)

Um dos melhores títulos para um filme que recebeu uma das piores traduções. Apesar de ser mais uma comédia romântica água com açúcar, Definitely Maybe tem uma vertente original. Nós sabemos do começo do filme que o romance pode não acabar exatamente em final feliz, e Will, o protagonista, conta para sua filha a história complicada de como conheceu sua mãe e das outras mulheres por quem ele foi apaixonado em sua vida. E a Rachel Weisz ainda canta Frank Sinatra no meio do filme.

sonof08. Son of Rambow

Um dos melhores filmes recentes que retratam a década de 80. Quando Will, um garoto introvertido, forma uma amizade com Lee Carter, o garoto rebelde da escola e resolvem fazer um filme (O filho do rambo) eles não imaginam que acabariam criando tanto sucesso em sua escola. O filme envolve os típicos elementos de uma comédia voltada ao público juvenil, e elementos característicos dos anos 80. O nascimento de um novo clássico da sessão da tarde, talvez?

int07. Interview

Um jornalista conceituado recebe como trabalho entrevistar a celebridade mais popular do momento. Tendo feito a cobertura de guerras ele acredita que a entrevista será um trabalho fútil e pouco importante. Tentando pegar algum furo ele acaba caindo em discussões e no jogo de Katya (interpretada por Sienna Miller). Um filme inteligente que quebra paradigmas de como percebemos as celebridades e os tablóides, e de como inteligência é algo bastante relativo.

stardust06. Stardust

Um conto de fadas escrito por Neil Gaiman e adaptado para as grandes telas por grandes atores (Claire Danes, Michelle Pfeiffer, Sienna Miller e Robert de Niro). A história de como um garoto do interior se torna um homem. Tristan embarca na aventura da sua vida para conquistar o amor de Victoria. Com inúmeras reviravoltas ele acaba descobrindo que não é apenas mais um no mundo, expande seu universo.

wait05. Garçonete (Waitress)

Keri Russel interpreta Jenna, uma garçonete de uma pequena cidade americana que planeja largar seu marido. Os planos dela vão por água abaixo quando ela descobre que está grávida. Poderia ser um drama retratando a vida dela, mas é muita comédia muito bem escrita. No meio das cenas a personagem principal tem epifanias e inventa receitas de tortas relacionadas ao que ela está sentindo no momento. Alternando o drama e o humor vemos a personagem amadurecer durante a trama, e as subtramas dos personagens coadjuvantes incrementando a receita do filme.

elec4. Eleição (Election)

Uma eleição para presidente do Grêmio da escola se choca diretamente com a crise de meia idade de um dos professores mais populares da escola e com os dramas e auto-descobrimentos dos candidatos. Um dos melhores discursos sobre a importância que atribuímos à coisas desimportantes, e como isso pouco afeta nosso dia-a-dia. Com Reese Witherspoon, Chris Klein e Matthew Broderick no elenco.

cb03. Um grande garoto (Charlie Barlett)

Mais um filme em que a tradução do título estraga um pouco a imagem da obra. Charlie é um menino rico com problemas familiares que vai estudar numa escola pública depois de ser expulso de sua escola antiga. Tentando se encaixar entre os novos colegas acaba descobrindo a sua vocação e resolvendo alguns dos seus problemas pessoais. Robert Downey Jr. interpreta o diretor da escola que passa por uma crise de meia idade.

gr802. Grandes Esperanças (Great Expectations)

Um conto de Charles Dickens magistralmente adaptado. Uma história triste, com atores excelentes (Ethan Hawke, Robert de Niro e Gwyneth Paltrow). Um filme sobre como um coração partido pode destruir a vida de outras pessoas, e como pequenas ações podem mudar completamente seu destino. E o cenário da Flórida é fantástico.

chro01. Chromophobia

Uma série de histórias de personagens de Londres interligadas, o filme retrata de forma magistral a vida fútil que levamos e como não nos damos conta do que realmente deveriamos estar valorizando. Se você gostou de Beleza Americana, acredito que Chromophobia será um prato cheio. Um elenco excelente e uma trama densa e inteligente. E ainda tocam We Could be Heroes numa cena inesquecível no final do filme.

Anúncios

3 comentários

  1. Não vi nenhum dos filmes citados, mas isso não é novidade, vejo poucos flmes, apesar de gostar muito.

    Já tinha ouvido falar d’As virgens suicidas. Fiquei com mais vontade ainda de vê-lo.

    Definitely Maybe é mesmo um título bonito, sonoro.

    Além destes, anotei aqui o Interview e o Chromophobia. Assim que puder, assistirei.

    By the way, parabéns pelo blog. Já é a segunda vez que visito, mas só agora resolvi comentar.

    Rachz

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s